Buscar um especialista

Encontre o mais próximo de você

Área do associado

Acesse conteúdos exclusivos

Associe-se à SBQ

Para solicitar sua admissão como sócio efetivo, o candidato deverá:

  • Cumprir os requisitos referentes a categoria que se enquadra estatutariamente. (ver abaixo)
  • Estar cadastrado no sistema DICE-SBQ.
  • Submeter as documentações necessárias via sistema DICE-SBQ.

Tutorial para aspirantes:

Acessar tutorial

Normas para admissão de associados.

Art. 36 – Só será possível ingressar no quadro de associados titulares da SBQ o profissional médico ortopedista e traumatologista, membro titular quite da SBOT, que se enquadrar em uma das 3 (três) categorias descritas nos incisos abaixo:

  1. For aprovado no exame para obtenção do Título de Associado Aspirante da SBQ (TAA-SBQ) e atingir a pontuação mínima exigida de acordo com o aproveitamento no exame, em um intervalo de até 5 (cinco) anos;
  2. For possuidor de titulação acadêmica de doutorado, livre-docência ou superior e completar a pontuação mínima exigida a qualquer hora. 
  3. Apresentar mais de 20 (vinte) anos de experiência profissional comprovada em Cirurgia do Quadril, ser referendado por 3 (três) associados titulares, aprovado por maioria simples em reunião ordinária ou extraordinária do conselho consultivo e completar pontuação mínima a qualquer hora.

Parágrafo Primeiro. Após completados os pré-requisitos para cada categoria, a CEC deliberará em reunião ordinária se o postulante cumpriu, de fato, todos os requisitos e pontuações necessários, e encaminhará parecer à Diretoria Científica para que seja efetuada a deliberação final sobre a admissão do novo associado titular.

Parágrafo Segundo. Fazem parte da categoria I, os membros titulares quites da SBOT que:

  1. Concluíram e foram aprovados em no mínimo um ano de treinamento em Serviço Credenciado pela SBQ e que estejam cadastrados no sistema da CEC-SBQ (Candidatos SBQ);
  2. Comprovarem 5 (cinco) anos de atuação em cirurgia do quadril após obtenção do título de especialista em Ortopedia e Traumatologia (TEOT) por meio de carta de recomendação de 2 (dois) membros titulares quites da SBQ (Candidatos Independentes).

Parágrafo Terceiro. Após aprovação no exame para obtenção do TAA-SBQ, os candidatos da categoria I poderão ser considerados Associados Aspirantes da SBQ e participarão de cerimônia de diplomação  no encerramento do CBQ imediatamente ulterior.

Parágrafo Quarto. Os Associados Aspirantes poderão manter a inserção de suas certificações no sistema da CEC-SBQ com vistas à continuidade da contabilização dos pontos. 

Parágrafo Quinto. A pontuação necessária para os Associados Aspirantes tornarem-se Titulares é dependente do rendimento individual no TAA-SBQ:

  1. Candidato SBQ:
  2. 80% ou mais de aproveitamento no exame de admissão: 4 pontos.
  3. Entre 70% e 79% de aproveitamento no exame de admissão: 6 pontos.
  4. Entre 60% e 69% de aproveitamento no exame de admissão: 8 pontos.
  1. Candidato Independente:
  2. 80% ou mais de aproveitamento no exame de admissão: 8 pontos.
  3. Entre 70% e 79% de aproveitamento no exame de admissão: 10 pontos.
  4. Entre 60% e 69% de aproveitamento no exame de admissão: 12 pontos.

Parágrafo Sexto.  O Associado Aspirante terá até 5 (cinco) anos para reunir e apresentar a pontuação necessária via sistema da CEC-SBQ, para se tornar Associado Titular. Em caso de não cumprimento, será compulsoriamente excluído do quadro social da SBQ, sendo-lhe garantido o prazo decadencial de 60 (sessenta) dias a partir do recebimento da notificação de exclusão para oferecer recurso por escrito em documento oficial que será protocolado perante a secretaria da SBQ e encaminhado ao Diretor Científico para deliberação final.

Parágrafo Sétimo. Fazem parte da categoria II, os membros titulares quites da SBOT que apresentarem título de Livre Docência, Doutorado ou superior em área afeita à Cirurgia do Quadril. Após análise da titulação pela CEC, o Diretor Científico deliberará sobre a desobrigação da realização do exame para obtenção do TAA-SBQ, e o postulante deverá comprovar adicionalmente 8 pontos.

Parágrafo Oitavo. Fazem parte da categoria III, os membros titulares quites da SBOT que apresentarem mais de 20 (vinte) anos de experiência profissional comprovada em Cirurgia do Quadril e serem referendados por 3 (três) associados titulares. As cartas deverão ser apresentadas por um membro do conselho consultivo em reunião ordinária ou extraordinária, referendando o nome do postulante. Com aprovação por maioria simples, deverão ser encaminhados à CEC todas as documentações referentes à pontuação exigida, devendo ainda atender os requisitos abaixo:

I – Será necessária comprovação de, no mínimo, 35 (pontos);

II – Apenas os postulantes desta categoria recebem pontuação por anos de experiência comprovada em Cirurgia do Quadril.

Parágrafo Nono. A CEC avaliará se todos os requisitos foram cumpridos, inclusive a pontuação mínima exigida e encaminhará parecer para deliberação final do Diretor Científico.

Parágrafo Décimo. A pontuação cumprirá estritamente a seguinte normatização:

  1. Participação no Congresso Brasileiro do Quadril – 2 pontos.
  2. Participação nos Simpósios das Comissões de Trauma e de Cirurgia Preservadora do Quadril – 1 ponto;
  3. Participação presencial em eventos científicos oficiais ou chancelados pela SBQ, nos últimos 5 anos – 0,5 ponto. Máximo de 2,5 pontos por ano, condicionados, nos anos ímpares, à participação no CBQ.
  4. Participação em eventos científicos na área de cirurgia do quadril no exterior – 0,5 ponto. Máximo de 2,5 pontos, por ano, condicionados nos anos ímpares, à participação no CBQ.
  5. Participação em 75% ou mais das atividades do Quadricurso-CEC/SBQ – 1,5 ponto não cumulativo.
  6. Participação em 75% ou mais das atividades científicas virtuais mensais promovidas pelas comissões em um período consecutivo de 12 meses – 1 ponto não cumulativo.
  7. Preenchimento de 90% ou mais do sistema da CEC-SBQ (plataforma virtual) durante o período de treinamento – 0,5 ponto por ano de treinamento.
  8. Apresentação oral de tema livre original relacionado à Cirurgia do Quadril, estando entre os 6 primeiros autores, em eventos oficiais ou chancelados pela SBQ, no Congresso anual da SBOT ou em congressos no exterior – 1 ponto.
  1. Apresentação em pôster, e-pôster ou outra forma não oral de tema livre original relacionado à Cirurgia do Quadril, estando entre os 6 primeiros autores, em eventos oficiais ou chancelados pela SBQ, Congresso anual da SBOT, ou em congressos no exterior – 0,5 ponto.
  2. Ser autor ou coautor de trabalho científico na área de quadril, publicados em revistas científicas indexadas (estrato B3 ou superior), ou de capítulos de livros indexados na área de quadril, estando entre os 6 primeiros autores – 1 ponto.
  3. Título de mestrado, doutorado ou livre-docência com monografia na área de cirurgia do quadril – 2 pontos. Máximo de 4 pontos.
  4. Treinamento em cirurgia do quadril no exterior:

a)1 ano – 2 pontos.

b) 6 meses – 1 ponto.

c) 2 meses – 0,5 ponto

XIII) Experiência comprovada em Cirurgia do Quadril (apenas para os postulantes da categoria III) – 1 ponto por ano (não fracionado), com mínimo de 20 e máximo de 30 pontos.

XIV) Em caso de participação nos três principais eventos da SBQ durante o biênio, o candidato ganhará adicionalmente 1 (um) ponto.

XV) As atividades para serem pontuadas obrigatoriamente terão de possuir 4h ou mais de conteúdo científico.

XVI) Programas com atividades regulares (periodicidade menor do que 90 dias) poderão ter horas somadas a fim de contabilização dos pontos.