Buscar um especialista

Encontre o mais próximo de você

Área do associado

Acesse conteúdos exclusivos

Publicado em 5 de janeiro de 2021

Falecimento do professor Monik Fridman

Consternou a Ortopedia brasileira e em especial a Sociedade Brasileira do Quadril o falecimento do professor Monik Fridman, um dos cirurgiões que, ao longo de várias décadas de trabalho e magistério, ajudou a construir a história da cirurgia do quadril no Brasil e, que até pouco antes de sua morte, participava ativamente dos eventos societários, em especial da Regional Sul da SBQ, já que trabalhava em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Integrante de uma família que migrou para o Brasil na década de 1930, fugindo do nazismo e que teve vários integrantes vítimas do Holocausto, o professor Fridman graduou-se em Medicina em 1956, pela Faculdade de Medicina de Porto Alegre, especializou-se em Ortopedia e Traumatologia pela Santa Casa de São Paulo, fez doutorado em Medicina pela Faculdade de Medicina de Porto Alegre e aperfeiçoamento em Traumatologia na Clínica Universitária de Hamburg Saar, em 1980.

Professor titular da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, era detentor do CRM 560 RS e, como docente, ajudou a formar várias gerações de ortopedistas que hoje lamentam sua morte e que deixaram dezenas de mensagens na página que mantinha no Facebook.

Para o ex-presidente da SBQ, Milton Roos que foi seu contemporâneo, Monik Fridman “tinha seu estilo próprio, era previsível, ponderado, muito detalhista no seu trabalho e bastante afável, respeitando as posições divergentes”. Milton lembra que o professor Fridman estava sempre disposto a prestar sua colaboração aos eventos da SBQ e às atividades científicas.

O prof. Fridman teve a oportunidade de fazer estágios em alguns dos serviços internacionais mais respeitados e compartilhou sua experiência com os jovens ortopedistas que ajudou a formar. Ele estagiou no The Robert Jones Agnes Hunt Orthopaedic Hospital, no Krankenhaus Rummelsberg, na Unitá Socio Sanitaria Locale N 8.

Ao longo de sua profícua vida profissional, assinou 72 trabalhos científicos, muitos deles sobre quadril, publicados no Journal of Bone and Joint Surgery e na Revista Brasileira de Ortopedia, entre outros e participou de muitos congressos nos quais coordenou cursos de atualização, mesas redondas, simpósios, mesas redondas e pronunciou conferências sobre temas como osteartrite do quadril, prevenção das complicações perioperatórias, osteonecrose da cabeça femoral, cirurgia minimamente invasiva em fraturas do anel pélvico, síndrome dolorosa do quadril adulto, novos conceitos em implante femoral cimentado, traço inusitado de fratura acetabular por projétil de arma de fogo e artrose em pacientes jovens, entre dezenas de outros temas.


É proibida a reprodução total ou parcial de textos, imagens e ilustrações, por qualquer meio, sem que haja prévia e expressa autorização pela Sociedade Brasileira do Quadril, sob pena de responder civil e criminalmente.

  • Notícias gerais
  • Regional Sul