Buscar um especialista

Encontre o mais próximo de você

Área do associado

Acesse conteúdos exclusivos

Publicado em 28 de maio de 2021

Falecimento de Ibrahim de Carvalho priva a SBQ de seu sócio mais idoso e que continuava em atividade, aos 92 anos de idade

O presidente Giancarlo Cavalli Polesello cumpre a dolorosa missão de informar que na manhã de hoje, 28 de maio, faleceu em Belo Horizonte o associado mais idoso da SBQ, o professor Márcio Ibrahim de Carvalho.

O professor Ibrahim era um dos nomes mais respeitados da cirurgia do quadril e, além de ter participado da irmandade dos cirurgiões de quadril, desde o tempo em que se chamava Comitê de Quadril da SBOT, foi também extremamente atuante na Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia – SBOT, que presidiu na gestão 1976/77 e para a qual organizou a primeira prova de título.

Nascido em 1928, Márcio Ibrahim era formado pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais, era detentor de um dos mais antigos CRMs de Minas Gerais, número 517 e, depois de organizar o  Serviço de Ortopedia do Hospital Felício Rocho, ficou à frente do mesmo por 30 anos.

Leonardo Brandão, titular da SBQ, foi um dos muitos médicos formados por Márcio Ibrahim e sempre muito ligado a ele, lembra que além de presidir a regional estadual da SBOT, o prof. Márcio posteriormente a presidiu e era também seu membro emérito e de sua Comissão de Ensino, e foi o representante brasileiro junto à Sociedade Internacional de Ortopedia.

O órgão oficial da SBOT, a Revista Brasileira de Ortopedia também foi criada por Márcio Ibrahim, que era ainda editor da Revista Francesa de Ortopedia.

O professor Ibrahim clinicou até o início da pandemia, parando de atender consultas apenas porque pela idade estava no grupo de risco, mas continuou participando até o fim da reunião das quintas-feiras do Hospital Felício Rocho. Nos últimos meses sua participação era virtual, mas muito ativa até que sofreu um sangramento intestinal o qual, apesar da cirurgia de emergência a que foi submetido acabou levando a seu falecimento no mesmo hospital de cujo corpo médico participou por 67 anos, o Felício Rocho. 


É proibida a reprodução total ou parcial de textos, imagens e ilustrações, por qualquer meio, sem que haja prévia e expressa autorização pela Sociedade Brasileira do Quadril, sob pena de responder civil e criminalmente.

  • Notícias gerais