Buscar um especialista

Encontre o mais próximo de você

Área do associado

Acesse conteúdos exclusivos

Publicado em 7 de fevereiro de 2022

Carteira de portador de implante: 156 pacientes já receberam

Os associados quites com a SBQ já emitiram 156 carteiras de ‘Alerta de Implante’, que  informa ser o paciente portador de implante e auxilia a passagem  pelo sistema de fiscalização e Raio-X dos aeroportos, a entrada em agências bancárias e outras áreas onde o ingresso só é permitido após revista eletrônica.

A carteira era antiga reivindicação dos membros e de pacientes portadores de prótese, que enfrentam problemas nas áreas de segurança quando o equipamento detecta a presença de metal. A carteira agiliza a passagem pelo sistema. 

A emissão das carteiras pela SBQ foi conseguida após longo trabalho da equipe de Anderson Freitas, da Comissão de Tecnologia da Informação a qual, após a apresentação da reivindicação, detalhou o que é o implante, sua função, composição e explicou que a ferramenta desenvolvida permitiria que apenas os cirurgiões do quadril devidamente titulados e associados à SBQ seriam autorizados a gerar o documento. 

Disponibilizada nos últimos dias do ano passado, a geração da carteira é feita pelo Portal da SBQ. O documento, que tem o título de ‘Alerta de Implante’, é bilíngue e dele consta nome e CPF do paciente e o aviso de que ‘o portador deste cartão possui implante ortopédico’.

A marca e o modelo do implante também constam da carteira, havendo espaço para incluir a medida do acetábulo ou do fêmur e data da cirurgia. A carteira contém um QR CODE, que leva a um documento explicativo da ANAC, o qual informa ao paciente portador de implante seus direitos e deveres no momento de acesso em locais monitorados.

A propósito, o presidente Marco Pedroni disse que o número de carteiras emitidas em curto espaço de tempo comprova a utilidade desse novo serviço oferecido pela Sociedade Brasileira do Quadril.


É proibida a reprodução total ou parcial de textos, imagens e ilustrações, por qualquer meio, sem que haja prévia e expressa autorização pela Sociedade Brasileira do Quadril, sob pena de responder civil e criminalmente.

  • Notícias gerais