A História da Sociedade Brasileira de Quadril

Tudo começou com o bom baiano Gustavo Teixeira, sempre irrequieto e empreendedor, que pensou que, tal qual outras sociedades já existentes, como a do Pé e Mão, o Quadril também deveria tentar agrupar médicos para estudar, desenvolver e divulgar os conhecimentos dessa articulação. Assim, Teixeira, tendo como presidente de honra Márcio Ibraim de Carvalho, uma das figuras mais marcantes da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, organizou e presidiu o primeiro Congresso Brasileiro do Quadril, ocorrido na cidade de Salvador, em 1981, no Hotel Meridien.

Com a participação do Dr. Eduardo Salvati, do Hospital for Special Surgery, de Nova York, como convidado especial, o evento foi um sucesso, contando com a participação expressiva de aproximadamente 200 ortopedistas. Posteriormente, em 1982, no Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia, também em Salvador, na Bahia, em uma reunião que havia sido previamente marcada no programa oficial do Congresso, o mesmo grupo de médicos envolvido com a realização do primeiro grande evento de quadril, recebeu a incumbência de organizar o II Congresso Brasileiro do Quadril, em São Paulo, no ano de 1984, e também de elaborar o estatuto da nova Sociedade do Quadril que seria criada.

Naquele mesmo ano de 1982 foi formada a diretoria que organizaria o II Congresso do Quadril, assim constituída: Sérgio Rudelli – presidente, Emílio Noel Cordeiro – vice-presidente, Luiz Alves Ferreira – secretário, Emerson Honda – tesoureiro e José Carlos Affonso Ferreira – diretor científico.

Esse grupo redigiu ainda o primeiro estatuto da Sociedade Brasileira do Quadril. Nesse período, a diretoria da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, assim como muitos membros da entidade, temia pelo crescente aumento de sociedades de especialidades e totalmente independentes da sociedade maior, a SBOT. Por isso, decidiu-se mudar o nome da Sociedade Brasileira do Quadril para Comitê do Quadril, com uma diretoria totalmente independente quanto às suas atividades científicas e burocráticas, mas que poderia ser questionada ou mesmo dissolvida diante de fatos considerados graves pela tão somente convocação da Assembleia Geral. A SBOT não perderia a sua supremacia de sociedade-mãe e teria, para evitar possíveis abusos principalmente quanto à continuidade de alguns membros em postos de mando, o controle do Comitê através da mais democrática das suas reuniões, que era e continua sendo a sua Assembleia Geral.

Dessa forma, em outubro de 1984, foi realizado o II Congresso Brasileiro do Quadril no Hotel Maksoud, em São Paulo. Foi um evento memorável, com a duração de cinco dias e a presença de, aproximadamente, 450 participantes, além de vários convidados ilustres como os Drs. Maurice Muller, Michel Wroblewski, Renato Bombelli, Parhofer, Marco Lascano e Emile Letournell. Nos segmentos de quadril infantil e do adolescente, que naquela época ainda pertenciam à especialidade, o congresso trouxe a presença dos Drs. Loyd Roberts e John Roberts. No último dia do evento, a Assembleia Geral Ordinária aprovou, por aclamação, o 1° Estatuto do Comitê Brasileiro da Patologia do Quadril, e a mesma diretoria foi reeleita para dirigir o Comitê do Quadril para o biênio seguinte, com a incumbência de organizar o III Congresso Brasileiro do Quadril também em São Paulo, no ano de 1986.

Foi assim que, em Setembro de 1986, no Hotel Hilton, foi realizado o III Congresso, novamente com presenças marcantes da ortopedia mundial, como os Drs. M. Wroblewski, R. Bombelli, Ponsetti, A. Catteral, K. Krakow, G. Galante. As mesas-redondas foram muito participativas, com discussões eventualmente veementes, como aquela entre o Dr. Krakow e M. Wroblewski. Na Assembleia Geral Ordinária, foi eleita, para o biênio seguinte, a chapa única, assim descrita: Emílio Noel Cordeiro – presidente; José Carlos Affonso Ferreira – vice-presidente; Emerson Honda – diretor científico; Roberto Cavalieri Costa – tesoureiro; Luiz Alves Ferreira – secretário.

Essa diretoria realizou o IV Congresso Brasileiro de Patologia do Quadril, em 1988, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo, e uma nova diretoria foi eleita: José Carlos Affonso Ferreira – presidente; Irmo Humberto Morelli – vice-presidente; Gottfried Kõberle- diretor científico; Wilson Roberto Rossi – tesoureiro; Roberto Schmidt – secretário.

No ano de 1990, questões político-econômicas relativa ao país, não tornaram possível a realização do Congresso Brasileiro em Campinas.

O V Congresso Brasileiro de Patologia do Quadril foi então realizado dois anos depois, no Rio de Janeiro, em 1992, tendo o Dr. Paulo César Rondinelli como presidente. Nesta ocasião, foi eleita a nova diretoria, assim composta; Paulo César Rondinelli – presidente; Fernando Pina Cabral – vice-presidente; Pedro Ivo de Carvalho – diretor científico; José Sérgio Franco – tesoureiro; Paulo Henrique Murtinho Couto – secretário.

Esta diretoria realizou o VI Congresso de Patologia do Quadril, a bordo do navio Costa Marina em 1995, sendo eleitos para o biênio seguinte: Pedro Ivo de Carvalho – presidente; Emerson Honda – vice presidente; Fernando J. Pina Cabral – diretor científico; Paulo César Rondinelli – tesoureiro; Flávio Moral Turíbio – secretário.

Durante a gestão de Pedro Ivo de Carvalho, o Comitê de Patologia do Quadril foi transformado em Sociedade Brasileira do Quadril, mantendo-se a mesma diretoria nacional e sendo criadas as regionais e o primeiro estatuto da nova entidade. E já sob a égide dessa nova descrição estatutária, foi realizado o VII Congresso Brasileiro de Cirurgia do Quadril em Foz do Iguaçu – PR, tendo como presidente Paulo G. C. Alencar e a nova diretoria eleita: Emerson Honda – presidente; Nelson Franco Filho – vice-presidente; Paulo G. C. de Alencar – diretor científico; Flávio Moral Turíbio – tesoureiro; Itiro Suzuki – secretário.

Nesta ocasião foi criada também a regional do Rio de Janeiro, tendo como presidente Emerson Honda, e escolhido Sérgio Rudelli para presidir o VIII Congresso Brasileiro de Cirurgia do Quadril, que foi realizado no Hotel Renaissence, em São Paulo, em novembro de 1999. Neste congresso, Paulo Alencar elegeu-se presidente da Sociedade e a cidade de Fortaleza, no Ceará, foi escolhida como sede do IX Congresso Brasileiro do Quadril, com a nova diretoria eleita composta pela seguinte nominata: Paulo Alencar – presidente; Fernando Pina Cabral – vice-presidente; Pedro Ivo de Carvalho – diretor científico; Luiz Antonio C. Loyola – tesoureiro; Emerson Honda – secretário.

Por ocasião do IX Congresso Brasileiro de Quadril em Fortaleza, coroado de absoluto sucesso financeiro e de participantes graças ao competente trabalho de Manuel Joaquim Diógenes Teixeira, assessorado pela diretoria da Sociedade, foi realizada a eleição da nova diretoria, assim composta: Milton Roos – presidente; Flávio Dorcilo Rabelo – vice-presidente; Jorge L. Mezzalira Penedo – diretor científico; Antero Camisa Júnior – tesoureiro; Tercildo Knop – secretário.

Essa diretoria realizou o X Congresso Brasileiro de Quadril, em 2003, no Rio de Janeiro, presidido por Pedro Ivo de Carvalho e que contou com mais de 650 participantes, além de convidados internacionais como Arturo Corces – USA, Clifford Jones – USA, Clive Duncan – Canadá, Frank Erbert – USA, Wayne Paprosky – USA e Rolf Haaker – Alemanha. Neste evento foi eleita a diretoria para o biênio 2004/2005, composta pelos seguintes membros: presidente – Nelson Franco Filho, vice-presidente – Jorge Luiz Mezzalira Penedo, diretor científico – Ademir Antônio Shuroff, tesoureiro – Bruno Lombardi e secretário- Itiro Suzuki.

O XI Congresso Brasileira de Quadril foi realizado no Oliveiras Place em Goiânia – Goiás , no ano 2005, e presidido por Flávio Dorcilo Rabelo. O evento, que reuniu 608 participantes, teve como convidados internacionais os Drs. Andrea Fontana, Michael Bishay, Graham Gie, Craig Della Valle, Jorge Barla. No congresso foi eleita a diretoria biênio 2006/2007, assim composta : Presidente: Jorge Luiz Mezzalira Penedo –  vice-presidente: Ademir Antônio Schuroff –  diretor científico:  Pedro Ivo Ferreira de Carvalho –  tesoureiro: Sergio Delmonte Alves –  secretário: Nelson Keiske Ono.

O XII Congresso Brasileiro de Quadril, em 2007, realizado na cidade de Belo Horizonte, foi presidido por Sergio Nogueira Drumond, reuniu certa de 700 congressistas. No congresso foi eleita a diretoria do biênio 2008/2009, assim composta: Presidente:  Ademir Schuroff  – Vice-Presidente: Emerson K. Honda – Diretor Científico: Luiz Sérgio Marcelino Gomes – Tesoureiro:  Marco A. Pedroni – Secretário: Itiro Suzuki

O XIII Congresso Brasileiro de Quadril , em 2009,  realizado na cidade de  Gramado/RS, presidido por  Milton Roos . Nesta ocasião foi eleita a Diretoria do biênio 2010/2011 , composta: presidente: Luiz Sérgio Marcelino Gomes – vice-Presidente: Emílio Henrique Carvalho de Almendra Freitas- Diretor Científico: Nelson Keiske Ono – Tesoureiro: Edmilson Takehiro Takata – Secretário: João Wagner Junqueira Pellucci.

O XIV Congresso Brasileiro de Quadril, 2011, realizado na cidade de  Foz do Iguaçu/PR, presidido por   Ademir Schuroff,  com publico Record de 1007 congressistas. No congresso foi eleita a diretoria do biênio 2012/2013, composta: Presidente: Rudelli Sérgio Andrea Aristide – Vice-Presidente: Sérgio Delmonte Alves – Tesoureiro: Edmilson Takehiro Takata – Secretário: Guydo Marques Horta Duarte – diretor científico: Carlos Roberto Galia.

O XV Congresso Brasileiro de Quadril, 2013, realizado na cidade de São Paulo, presidido por   Emerson Honda. O evento reuniu cerca de 892 ortopedistas participantes, contou com 16 conferencistas internacionais e 43 nacionais  . Nesta ocasião foi eleita a  diretoria do biênio 2014/2015, composta: Presidente: Sérgio Delmonte Alves  – Vice-Presidente: Itiro Suzuki – Tesoureiro: Guydo Marques Horta Duarte  – Diretor Científico: Edmilson Takehiro Takata – Secretário: Carlos Roberto Galia.

O XVI Congresso Brasileiro de  Quadril, será em 2015 na cidade de Fortaleza/CE, presidido por  Manuel Joaquim Diógenes Teixeira .

A Sociedade Brasileira do Quadril, legítima porta-voz dos que exercem esta tão importante especialidade, tem um horizonte próspero. Em razão do progresso científico e técnico que se verifica nesta área da medicina, tem um compromisso pedagógico importante a cumprir no contexto da ortopedia brasileira, qual seja o de divulgar o trabalho e a organização de seus profissionais em todos os eventos ortopédicos levados a termo, seja no Brasil ou no exterior.

O histórico foi escrito pelo Dr. Sérgio Rudelli e atualizado pela Diretoria da gestão 2014/2015

Localização & Contato


 
 
[contact-form-7 id="1932" title="Contato"]
Itarget Tecnologia